Sum Up: entre as menores taxas e diversidade

Hoje existem tantas empresas de máquinas de cartão e meios de pagamento no Brasil – em 2018 há mais cinquenta delas – que se torna difícil ver diferenças marcantes entre elas. Mas esse não é o caso da Sum UP que apresenta dois destaques importantes:

  • Umas das menores taxas tanto para a venda a crédito (a vista e parcelado) e a débito, o que torna a sua máquina de cartão a mais indicada para quem realiza ambos os tipos de venda na mesma quantidade e;
  • Diversidade entre seu quadro de pessoal.

Vamos conhecer um pouco da história da Sum Up e ver em detalhes seus dois detasques importantes a seguir.  Além disso, vamos disponibilizar um link para você poder comprar a maquininha da Sum UP com desconto! Continue reading…

 

Máquina de cartão: desconto para compra-la

Existe um negócio bilionário na venda de máquinas de cartão de crédito e isso ocorre menos pela venda das máquinas e sim pelo fato das empresas tornarem-se “sócias” do seu negócio cobrando taxas em todas as vendas feitas na maquininha, independentemente do tipo delas. Por isso várias empresas oferecem desconto para vender suas maquininhas. Para você ter uma ideia:

  • Em 2017 foram vendidos R$ 1,36 trilhões por meio de cartões (Fonte Abecs)
  • Considerando a cobrança de uma taxa média de 3% sobre as vendas (independente de ser crédito ou débito), nesse anos as empresas de máquina e cartão tiveram uma receita de R$ 40.800.000.000,00 (R$ 40,8 bilhões).

Para conseguir vender ainda mais máquinas e se tornarem “sócias” de mais negócios, as empresas usam representantes e pagam comissões a eles e aos sites que divulgam suas marcas e maquininhas. Em termos financeiros essas comissões variam entre R$ 30,00 e R$ 70,00 para cada maquininha.

Como há um grande interesse envolvido na venda das máquinas, tanto para as empresas, quanto para os representantes e sites que as divulgam, pode não haver imparcialidade na divulgação de certas maquininhas.

Valor das vendas com cartão de débito e crédito em 2017 no Brasil

Continue reading…

 

Izettle, uma máquina de cartão cheia de recursos

Com tantas empresas disponibilizando máquinas leitoras de cartão que se conectam ao telefone celular via bluetooth, é importante conhecer a história de cada uma delas antes de se decidir pelo equipamento de uma delas. Assim, vamos conhecer um pouco da história da Izettle bem como seus diferencias, desvantagens e link para comprar a máquina com desconto!

Continue reading…

 

Como repassar a taxa do cartão para o consumidor dentro da lei

Um das grandes preocupações de quem usa máquina de cartão é com as taxas que são cobradas a cada transação. Embora as taxas venham caindo (hoje a Point Mini cobra apenas 2,29% na venda a débito e disponibiliza o dinheiro na hora) elas ainda incomodam.

No entanto, uma recente lei sancionada pelo Presidente Michel Temer, a Lei federal 13.455 de 2017, criou uma possibilidade de repassar essa taxa para o usuário do cartão.

Essa lei permite que os preços de bens e serviços sejam diferenciados em função do prazo de pagamento ou do instrumento de pagamento utilizado. Continue reading…

 

Taxas da moderninha PagSeguro x Point Mini do Mercado Pago

Graças a uma campanha de marketing muito bem feita, o PagSeguro conseguiu disseminar a máquina Moderninha pelo Brasil. Hoje quando se pensa em máquina comprada e que não paga aluguel quase sempre vem em primeiro lugar na nossa cabeça a Moderninha e sua cor amarela.

No entanto, há muitas outras opções de máquinas de cartão disponíveis no mercado. E nem sempre as taxas da Moderninha são melhores comparadas com as demais. Além disso, o prazo de pagamento também não é o melhor.

Faremos uma comparação entre as taxas cobradas pela Moderninha, ou melhor a versão Minizinha dela, com Point Mini do Mercado Pago para que você perceba que a Moderninha é famosa mas não tem as melhores taxas.

No curto prazo, uma pequena diferença de taxas pode não ser assim tão significativa mas já no longo, pode significar uma diferença de milhares de reais na sua conta.

Continue reading…

 

Máquina de cartão: não há desculpas para não mais utilizá-las

As principais objeções apresentadas pelos comerciantes, negocientes e prestadores de serviços para não utilizarem máquina de cartão e receberem pagamento por elas são:

  • Dificuldade de conseguir uma máquina de cartão;
  • Altas taxas cobradas pelas empresas;
  • Demora em receber o pagamento;
  • Não possuir conta corrente ou de poupança para receber os valores das vendas.

Vamos ver que nenhuma delas se sustenta após refletirmos um pouco:

Continue reading…

 

Máquina de cartão: porque utilizá-las para vender

É surpreendente, mas ainda existem muitos comerciantes e prestadores de serviços que não aceitam pagamentos por cartão de crédito ou débito por não usarem máquina de cartão.  As principais objeções levantadas por eles são:

Eesses comerciantes e prestadores de serviços precisam, urgentemente, repensar o uso da máquina de cartão. É possível que eles estejam deixando de faturar cerca de 50% a mais do que poderiam ao não aceitar cartão de crédito e débito.

Os principais motivos para ter uma máquina de cartão e aceitar pagamentos com cartões de crédito e débito são: Continue reading…