Project Natal da Microsoft, aplicações muito além dos games

Project Natal é uma barra que fica em cima ou embaixo da TV, ligada ao Xbox 360, assim como a barra de sensores do Wii. Mas em vez de sensores e um controle, o Natal tem uma câmera, sensores e um microfone que o permitem identificar com precisão o jogador e o espaço ao redor. Isto permite controlar jogos apenas se movimentando: chutando, pulando, não importa.

Todos concordam que o Project natal deve fazer um tremendo sucesso no universo dos games. Mas o que ainda não dá nem para sonhar são as possibilidades de uso deles em aplicações do dia a dia, negócios, treinamento, reabilitação física, etc.

Dá para navegar por menus apenas movendo a mão para frente e para trás. A câmera possui algumas funções divertidas, como reconhecimento facial e por voz. Quando você liga o Xbox, ele reconhece seu rosto e faz seu login automaticamente.

A explicação abaixo é da Microsoft de como funciona o Project Natal:

“Compatível com qualquer sistema Xbox 360, o sensor Project Natal é o primeiro do mundo a combinar, em um mesmo aparelho, uma câmera RGB, sensor de profundidade, microfone e processador especial. Ao contrário de câmeras e controles 2D, o Project Natal acompanha o movimento do seu corpo em 3D, enquanto responde a comandos, instruções e até mesmo mudança de tom na sua voz. Além disso, ao contrário de outros dispositivos, o sensor “Projeto Natal” não depende apenas da luz. Ele pode reconhecer você apenas olhando para seu rosto, e não só reage a palavras mas entende o que você diz. Se você passa instruções a outros jogadores num jogo de futebol americano, eles respondem a seus comandos.”

 Imagina treinar um operador de máquinas ou um motorista de empilhadeira: dá para fazer usando o Project Natal. Imagine fazer exercícios de fisioterapia para reabilitar um paciente: dá para simular diferentes ambientes, utilizando o Project Natal e tornando-os menos monótonos. Imagine treinar um outro idioma em diferentes situações…. Novamente dá para fazer usando o Project Natal.

Em resumo, dá para se imaginar grandes possibilidades de lucros para empresas que desenvolveram para o Xbox 360 e o Project Natal, independente de serem jogos ou não.

Como também é razoável pensar que os outros fabricantes e players do mercado de videogames farão um tremendo esforço para desenvolverem soluções similares ou superior ao Project Natal, da Microsoft, as possibilidades são muito grandes.

Veja também esses artigos relacionados