Hospedagem de sites – escolha certo para não ter insônia

Notamos um crescente  aumento no interesse de ter um site por parte de micro e pequenos empresários, lojas de bairro, etc. Nos tempos atuais, de grande concorrência, não dá para perder uma publicidade eficaz e barata.

Algumas características bastante comuns desses empreendedores que estão procurando ter seu primeiro site é o pouco conhecimento técnico em relação a Internet, hospedagem de sites, desenvolvimento de páginas web, etc. Além do pouco conhecimento soma-se, quase sempre, um orçamento bastante apertado para isso.

Devido a esse conjunto de características, a procura por “pechinchas” se torna quase regra geral. Nada contra procurar uma solução mais em conta – faz parte do desenvolvimento/ aperfeiçoamento do mercado. O problema é que quando falamos em hospedagem de sites poucos são os casos de preços baixos acompanhados de qualidade, confiabilidade e níveis de altos de serviço.

É bastante comum o pequeno empresário cliente de uma “empresa de hospedagem super barata” acordar no meio da noite, preocupado com algum problema, entrar na internet, tentar acessar seu site e…nada! Ele está fora do ar fora do ar! Aí a insônia só faz aumentar.

Entender como funciona o mercado de hospedagem de sites não é complicado e pode evitar muito problemas.

O mercado de hospedagem de sites

No Brasil, e no mundo, existem dois tipos de empresas de hospedagem de sites:

  • as que tem um Data Center próprio, com computadores onde estão hospedados os sites de seus clientes
  •  as que apenas revendem  hospedagem nos computadores das empresas acima.

As empresas que revendem hospedagem são, tal como o nome diz, meras revendas. Não tem autonomia nenhuma sobre o gerenciamento dos computadores do data Center onde estão hospedados os sites dos seus clientes . O grande trunfo que elas utilizam para atrair clientes são preços muito abaixo das empresas que tem data centers próprios.

O principal motivo para a existência delas é que constituem uma força de vendas barata para o que chamamos de verdadeiras empresas de hospedagem. Na verdade elas pagam um taxa mensal a elas para poder revender – veja por exemplo o custo em http://www.locaweb.com.br/produtos/revenda-de-hospedagem/planos.html. Como o mercado de hospedagem é muito concorrido, essa força de venda barata é plenamente justificada.

Nada contra as revendas de hospedagem mais a confiabilidade delas costuma ser muito menor do que a das empresas que realmente tem estrutura para hospedar os sites dos clientes. É claro, essa estrutura (e porte) custa relativamente mais caro.

Existem várias empresas de hospedagem com estrutura física própria. As que conhecemos, que não dão muitos problemas aos clientes são a Locaweb, Hostgator e UOL Host.

Essa é uma pequena lista, existem várias outras empresas sérias tanto nacionais quanto estrangeiras. Apenas não recomendamos a escolha de uma estrangeira pois o data Center não será localizado no Brasil: além da dificuldade caso o serviço não seja prestado a contento, a velocidade de acesso ao site será um pouco menor (alguns segundos a mais, talvez) devido a latência, relacionada a maior distância de onde o site está armazenado.

Dessa forma, se você quer hospedar seu site sem problemas, sem quedas frequentes, recomendamos que você procure uma empresa que tenha data Center próprio e fuja das revendas de hospedagem.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: