Storage tiering (armazenamento em camada)

Soluções de tiered storage usam diferentes tecnologias de armazenamento e configurações para armazenar dados com base na importância e na frequência de utilização. Usando camadas de armazenamento mais rápidos e caras para os dados mais críticos e camadas menos dispendiosa para a grande quantidade de dados menos utilizados, a organização pode realizar economias substanciais no storage.

Storage tiering é a técnica de colocar os dados em diferentes tecnologias de storage ou configurações diferentes de uma mesma tecnologia (tiers) com base nas características dos dados. Na prática, diversas tecnologias de armazenamento são usados ​​para armazenar dados, não fornecendo o mesmo desempenho, confiabilidade e custo para todos eles. Alocando de forma inteligente camadas de armazenamento, o acesso em alta performance a dados críticos é atingido enquanto o custo total de armazenamento é reduzido.

Em uma tiered storage, diferentes tecnologias de armazenamento (flash, disco e fita) e configurações são alocados para dados muitos acessados, pouco e raramente acessados; isso cria camadas (tiers) de armazenamento. Normalmente, a tecnologia de armazenamento mais rápida é usada para a camada com os dados mais freqüentemente utilizados. As camadas restantes serão definidas com base em suas exigências de desempenho para acesso e o valor associado a obtê-los, com o menor nível reservado para os dados menos utilizados.

Cada elemento de dado a ser armazenado é classificado com base na freqüência que é acessado e o valor associado a esse acesso. Os dados então são armazenados na camada de armazenamento correspondente definida pela sua classificação (ou seja, dados acessados ​​com mais freqüência no nível mais rápido de armazenamento e vive versa). Esta classificação é dinâmica, baseada em padrões de acesso a dados, idade e outros fatores.

Reduzir o custo total de armazenamento é o fator-chave de uma tiered storage.Em teoria, é possível armazenar todos os dados na camada mais rápida de armazenamento disponível, mas o custo ficaria proibitivo à medida que os dados crescem. Sabendo que as unidades de disco mais rápidas (flash) são mais caras que discos ou fitas (mais lentos), é comprada uma pequena quantidade de mídia rápida para os dados mais críticos e são colocados os menos críticos em uma outra mais barata.

Veja também:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: